Uma comunidade pela comida local e justa, ajuntando quem come e quem faz.

Nossa missão

Nossa missão é criar uma comunidade juntando produtores e consumidores em torno da comida local e justa.

O que queremos dizer com local?

Por local queremos dizer uma rede de pequenos agricultores rurais e urbanos, produtores artesanais e fazedores culinários responsáveis pelo fornecimento de comida boa, limpa e justa dentro de uma região.

Mas por local não entendemos necessariamente proximidade geográfica. O potencial do local se completa com a informação. Conhecer quem produz o que você põe no prato é uma forma de aproximação. Só há aproximação com transparência e confiança. Ou seja, é preciso chegar junto.

A maioria dos produtos disponíveis da Junta serão sempre locais, feitos independentemente por gente conhecida. Ao mesmo tempo sabemos que alguns ingredientes básicos da cozinha não podem ser produzidos localmente e queremos que você não tenha que fazer várias paradas para abastecer a sua despensa. Por isso, para garantir a robustez de cada Junta e da rede local de alimentação, alguns produtos virão de mais longe, porém mantendo a proximidade com informação e transparência.

Por que local?

Porque local é melhor. Comida produzida localmente é mais gostosa e saudável, pois ela chega até você mais fresca, obedece à sazonalidade e não requer processamentos ou aditivos para fazer o produto “viajar mais longe” ou durar mais na prateleira. A comida local tem o sabor e o jeito de quem a produziu e não o gosto de laboratório.

O que queremos dizer com comida justa?

Comida não é negócio, é um direito básico e uma forma de expressão. Comida boa e saudável não deveria ser cara e de difícil acesso para o consumidor; comida boa e saudável não deveria dar prejuízo para o produtor. Nos unindo e nos conectando diretamente a quem faz, devolvemos à comunidade a palavra sobre o que é produzido, de que forma é produzido, e quanto vale a comida e o trabalho.

A comunidade é também uma forma de reforçar laços entre as pessoas usando a comida como centro. Comer sozinho é muito chato. É por isso que cada Junta Local tem autonomia para fazer a feira em combinação com outras atividades, sejam elas em torno da comida ou não.

A comida deve ser justa também como a natureza. Sempre que possível, buscamos produtores que utilizam os métodos da agricultura orgânica, agroecologia e outros métodos alternativos de agricultura sustentável. Produtos prontos devem ser feitos em pequena escala, evitar transgênicos, aditivos e agentes de preservação.

Por que ajuntar tudo isso numa comunidade?

O sistema alimentar atualmente é dominado por megacorporações que investem em “conveniência” e propaganda para substituir a perda da habilidade e o elo de confiança com a rede local de fornecedores de alimento. No lugar de um amontoado passivo de consumidores, a Junta Local é uma oportunidade de criar uma comunidade engajada e informada em torno de produtores locais. O modelo inspira-se na economia criativa e compartilhada. Acreditamos na união dos garfos para melhorar a nossa comida! É preciso ajuntar!



A Junta Local está começando, ajunte-se logo!

Ajunte-se deixando seu e-mail aqui para ficar por dentro das novidades da Junta Local.

Quer ver seu produto numa Junta Local?